Apoios

© News Farma 2021
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Médico News, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

Icon Entrevistas
Ginecologia
terça-feira, 01 junho 2021 10:32
Estudo conclui que a COVID-19 não afeta a reserva ovárica das mulheres
Imagem 800x1276
Dr.ª Catarina Godinho
| Ginecologia e Obstetrícia IVI Lisboa

Apesar da magnitude avassaladora da pandemia e da sua prevalência mundial, os efeitos reprodutivos da COVID-19 não estão ainda totalmente esclarecidos. Com o retomar das atividades dos centros de reprodução assistida, torna-se prioritário estudar a realidade reprodutiva das pessoas infetadas pelo coronavírus. Nesse sentido, e com base na presença de recetores do vírus SARS-CoV-2 no ovário, há uma pergunta que se afigurava como obrigatória para os especialistas em fertilidade: a reserva ovárica da mulher pode ser afetada após a infeção por COVID-19? O estudo dos investigadores do IVI vem responder a esta pergunta. 

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo