Apoios

© News Farma 2022
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Médico News, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

Icon Entrevistas
Dermatologia
terça-feira, 26 julho 2022 11:12
“Diminuir a taxa de recaída e evitar progressão de doença e mortalidade”, a importância do tratamento adjuvante
Imagem 800x1276
Episódio 4 | Melanoma Talks
| Dr.ª Cecília Moura e Dr. Hugo Nunes

A Dr.ª Cecília Moura e o Dr. Hugo Nunes foram os protagonistas de mais um episódio das Melanoma Talks, projeto promovido pela MSD. Neste módulo, os especialistas debatem a “Importância do tratamento adjuvante em estadios precoces”, sempre com o contributo de uma visão multidisciplinar com o objetivo claro de gerar conhecimento. Veja o 4.º episódio em vídeo.

Para início do debate, a Dr.ª Cecília Moura lança a questão: “Há alguma idade em que se privilegie uma terapêutica face à outra e ainda como é que a terapêutica é escolhida se é em função do doente, do tumor ou das comorbilidades”. Em resposta, o Dr. Hugo Nunes é perentório, afirmando que a pergunta representa “aquilo que é a prática diária na consulta de Oncologia para fazer tratamento adjuvante a um melanoma”.

Quando se fala em tratamento médico adjuvante fala-se de uma terapêutica, cujo objetivo é diminuir a taxa de recaída à distância, evitando a progressão de doença e mortalidade”, que gera “impacto na sobrevivência global do doente com melanoma”, explica o Dr. Hugo Nunes.

Ainda em resposta à primeira pergunta da Dr.ª Cecília Moura, o oncologista sublinha que “uma coisa é olhar para o tumor, outra é olhar para o doente”, e frisa que quando “se recebe um doente é necessário olhar para os aspetos concretos da sua doença, mas depois é igualmente importante olhar para o doente”, nomeadamente para “a idade, as comorbilidades, doenças prévias”, e ainda outro fator muito relevante “as espectativas e os desejos do doente”. Ou seja, quando se fala de “tratamento adjuvante coloca-se sempre em cima da mesa outra opção que é não fazer tratamento”.

Assista ao episódio aqui.

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo