Apoios

© News Farma 2021
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Médico News, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

Icon Entrevistas
Dermatologia
quinta-feira, 04 março 2021 09:57
Angioedema hereditário: doença rara afeta 300 a 400 portugueses
Imagem 800x1276
Prof.ª Doutora Margarida Gonçalo
| Dermatologia Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC)

Doença rara e sem cura, caracterizada por diferentes mutações no gene inibidor do complemento (C1-INH) ou outros genes que controlam a ativação da calicreína e da bradicinina, originando angioedemas em diversos locais, o angioedema hereditário afeta cerca de 300 a 400 pessoas em Portugal. A propósito do Dia Mundial das Doenças Raras, assinalado a 28 de fevereiro, a Prof.ª Doutora Margarida Gonçalo, assistente hospitalar sénior do Serviço de Dermatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), deu a conhecer à Médico News a realidade desta doença rara e o seu impacto na vida dos doentes. Veja a entrevista.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo